Editora do Autor de Best–seller do New York Times e Best–seller Internacionais, L. Ron Hubbard

O Remédio de Havingness

 O Remédio de Havingness

O Remédio de Havingness

Tendo completado o 4.º ACC de Londres e o Curso Profissional Reabilitar o Livre-Arbítrio, L. Ron Hubbard fez uma curta pausa no seu programa para melhorar a destreza do auditor. A sua próxima fase foi de treino nos últimos processos, enviando simultaneamente auditores para o campo para aguçarem as suas destrezas. Conhecidas como as conferências do Encontro de Auditores de Londres, aqui está o desenvolvimento dos processos mais fundamentais que foram mais tarde contidos no livro, Scientology: Os Fundamentos do Pensamento – processos para começar o ciclo do aclaramento em qualquer zona. Eles abrangem tudo desde a comunicação de duas-vias – em particular a técnica mais amplamente funcional para um caso de nível baixo – até uma conferência inteira sobre igualar a audição ao tom. Aqui, também, está uma definição sobre havingness em termos de postulados, a relação da havingness com as cognições e a diferença entre reparar e remédio de havingness. Enquanto que para uma compreensão ainda mais ampla, o Sr. Hubbard definiu o processamento como os meios para melhorar a capacidade para jogar um jogo. Para além disso, para equipar ainda mais auditores, ele providenciou o saber-fazer de disseminação, ao ensinar três métodos com provas dadas para procurar novos preclears. Aqui, então, estão as verdades básicas e poderosas sobre como aumentar a capacidade de um ser para criar a alegria de um verdadeiro jogo.

Leia Mais
adquira
210€
Envio Gratuito Atualmente elegível para envio gratuito.
Em Stock Envio dentro de 24 horas
Formato: CD
Conferências: 17

Mais sobre O Remédio de Havingness

A forma de estar à vontade nesta vida é ser capaz de ter ou não ter esta vida de acordo com a sua vontade. Ser capaz de ter ou não ter corpos, espaço, ambiente, planetas, mock-ups, qualquer coisa. Compreendem?

Uma vez que pudessem ter todas estas coisas, ou não as ter, à vossa discrição, seriam livres e também o vosso preclear seria livre. E esta é uma estrada básica até Clear. – L. Ron Hubbard

No início de Dezembro de 1955, L. Ron Hubbard acabara de terminar a entrega do 4.º Curso Clínico Avançado de Londres, o Curso Profissional Reabilitar o Livre-arbítrio e As Conferências do Lindsey Theatre. No entanto e apesar do horário extremamente preenchido, ele não parava nem um momento. Porque com Scientology a continuar a crescer rapidamente – agora ativa em quatro continentes e treze grandes países – a necessidade de auditores peritos era enorme. E sendo Londres ainda a capital da Comunidade Britânica que representa 25 por cento da população mundial, a cidade formava um ponto de lançamento muito importante para acelerar essa expansão. Assim, o Sr. Hubbard continuou a avançar com o seu programa para melhorar a perícia de auditor, começando no dia 1 de Dezembro, data em que inaugurou uma série de conferências semanais noturnas com o objetivo de manter os auditores actualizados com instrução sobre os processos mais recentes e a sua utilização: o Encontro de Auditores de Londres.

No entanto, se o ambiente pode ter parecido menos estruturado do que, digamos, um Curso Clínico Avançado, os dados eram imediatamente relevantes não só para uma sessão, mas também para a vida. Porque aquilo que L. Ron Hubbard estava a transmitir eram pepitas de ouro de aplicação técnica para levar e usar: como estabelecer comunicação de duas-vias com qualquer caso, a diferença entre comunicação de duas-vias e deixar o preclear simplesmente falar, até a importância para o sucesso da sessão de saudar os preclears quando estes chegam – e tudo a partir da primeira conferência.

Na verdade, o Sr. Hubbard estava a ensinar fundamentos de tal importância que a sua pesquisa culminaria no marco histórico Scientology: Os Fundamentos do Pensamento, o “Livro Um” de Scientology. Mais especificamente, aqui está o desenvolvimento dos processos mais fundamentais contidos nesse livro – processos para iniciar o ciclo do aclaramento em qualquer zona. Desde o Remédio de Havingness até à exteriorização através de Separabilidade e, como não podia deixar de ser, os elementos primordiais de Jogos:

“Exteriorização versus havingness. Já agora, um indivíduo é tão capaz quanto consegue deixar um jogo e voltar a ele e isso é uma exteriorização.

“E ele é tão capaz de ter um jogo quanto esteja certo que existem barreiras onde possa jogar este jogo.”

Entretanto, o Sr. Hubbard instruiu os auditores nos básicos subjacentes e nas aplicações de havingness, incluindo:

  • ARC – funcionando como um fundamento abaixo do nível de audição, e como aumentar o ARC no preclear eleva a sua consciência;
  • Criação – o seu papel na aberração, e como a sua reabilitação causa um afastamento das dificuldades e dos transtornos da existência;
  • Cognição – o que é, e a diferença entre ter compreensão acerca de algo em oposição a cognoscência acerca disso;
  • “Olha para mim. Quem sou eu?” – a história por detrás do processo;
  • Constipações – como ver-se livre de uma;
  • Sono – a sua origem, e o que significa para o thetan;
  • Postulados e Decisões – como estes são superiores ao livre-arbítrio;
  • Escala de Tom – o seu uso em audição para abrir casos, e como um auditor adapta a audição ao nível de tom;
  • Não-Saber – como é uma das barreiras e limitações de um jogo;
  • Condições de Não-jogo – o que é, como surge quando a pessoa ganha ou perde completamente, e a sua erradicação com audição.

E tudo isto é para dizer: o objetivo do processamento é na direção da capacidade de jogar um jogo melhor – o jogo chamado vida. E, como ele descreveu, é para aí que o preclear vai.

No entanto, com tudo o que o Sr. Hubbard ensinou àqueles auditores, ele sabia que para terem realmente êxito na expansão das suas áreas e do campo da Scientology, eles precisavam do saber-fazer adicional de disseminação. Assim, ele instruiu-os em três abordagens com provas dadas de disseminação e angariação de novos preclears, enquanto no que respeita a construir uma rede de Scientology através da formação de grupos, L. Ron Hubbard tornou claro que ele esperava um jogo suficientemente grande para começar a aclarar o planeta:

“Um auditor que tem um grupo com menos de trinta ou quarenta pessoas deveria estar a pensar em termos de ‘Uau, há uma grande falta de pessoas aqui.’ E se o auditor tem cerca de mil e quinhentas no seu grupo, eu ficaria bastante satisfeito. Eu diria: ‘Bem, ele está a ir bastante bem. Ele é novo, claro.’ Isto seria o espírito com o qual devemos estar a lidar com as coisas.”

E com esse mesmo espírito, estão aqui apresentadas as verdades básicas e poderosas sobre como restaurar a capacidade de um ser para criar a alegria de um verdadeiro jogo.

« ACC Lectures